Prósopon – Vamos personalizar a tua máscara de teatro!

Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas

sábado 4 junho | 10h00 às 13h00 
 

15219448_1230903617001357_5685851118842599980_n.jpg

Ateliê: «Prósopon – Vamos personalizar a tua máscara de teatro!»

O uso da máscara surgiu no teatro grego durante o século V a.C.. Existiam dois tipos de máscaras, em relação com os dois principais géneros dramáticos da época: a Tragédia e a Comédia.

Durante os espetáculos, os atores trocavam de máscara inúmeras vezes, com vista à representação de várias personagens e também para exprimir diferentes emoções ou estados de alma.

Nesta oficina, a partir de máscaras de cartolina inspiradas em modelos clássicos, os participantes serão convidados a decorar exemplares únicos com recurso a lápis aguarela e outros materiais como ráfia, areia, conchas, folhas de hera, etc…

Sobre o Museu

O Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas remonta, nas suas origens, a meados do século XVI. Nessa época e por iniciativa de alguns eruditos, entre os quais se terá destacado Francisco d´Ollanda, começou-se a juntar, em torno da ermida local, uma importante coleção de inscrições romanas oriundas dos campos e aldeias circundantes.

Em 1955 e após vários séculos de abandono, entendeu a Câmara Municipal de Sintra construir ali uma pequena casa que abrigasse tão significativos monumentos, procedendo ainda à escavação arqueológica e valorização das ruínas romanas adjacentes.

Hoje, a coleção lapidar atinge mais de 400 peças, às quais se vêm a somar muitas outras - largos milhares - de diversa tipologia, entre moedas, objetos cerâmicos, líticos, metálicos, osteológicos, etc.. 

A exposição do Museu articula-se em torno de 2 áreas distintas, embora complementares:

  • Secção Epigráfica, que abrange algo mais de 2 milénios, desde a época etrusca à Idade Moderna, com especial menção para o conjunto de lápides romanas, reconhecidamente um dos mais importantes da Península Ibérica;

  • Secção Arqueológica, que reúne muitos milhares de peças exumadas nas numerosas estações arqueológicas do Termo de Sintra, desde o Paleolítico Médio ao século XVIII, destacando-se, pelo seu especial significado, os núcleos neolíticos, calcolíticos e da época romana.

O acervo do Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas é composto maioritariamente por coleções de arqueologia provenientes, quase na totalidade, das diversas estações arqueológicas existentes no concelho de Sintra.